Defensora que chamou entregador de ‘macaco’ é condenada a pagar indenização de R$ 40 mil

Cláudia Alvarim foi filmada no momento em que ofendeu dois trabalhadores em um condomínio de luxo em Niterói

Uma defensora pública que chamou um entregador de “macaco” foi condenada pela Justiça do Rio a pagar R$ 40 mil de indenização por danos morais.

O caso aconteceu em um condomínio de luxo em Niterói, região metropolitana do Rio, em maio de 2022.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

CADASTRE-SE!

ESTAMOS SENDO PERSEGUIDOS

E COM SEU CADASTRO PODEMOS ENTRAR EM CONTATO SE ALGO ACONTECER COM NOSSAS REDES