Caso Mynd8: Zambelli investiga relação do governo com a agência

A deputada federal Carla Zambelli encaminhou um ofício à EBC questionando detalhes relativos à produção do programa “Bela Raízes”, apresentado por Bela Gil e veiculado na TV Brasil.

No documento, Zambelli busca esclarecimentos sobre a natureza da contratação de Bela Gil, indagando sobre a forma de pagamento dos honorários, seja como pessoa física, pessoa jurídica ou através da agência que gerencia seus trabalhos.

Bela Gil integra o casting da Mynd, agência da qual sua irmã Preta Gil é sócia.

A ação de Zambelli visa assegurar transparência e conformidade nos contratos com a Mynd8, detentora da Banca Digital, grupo que dissemina publicações falsas que resultou no trágico suicídio de Jéssica Vitória Canedo, de 22 anos. As postagens mentirosas dos perfis agenciados pela Mynd foram retirados do ar, fazendo desaparecer até o momento eventuais evidências sobre a dimensão dos ataques à vítima.

Sobre a iniciativa, Carla Zambelli afirma:

“Se Bela Gil não recebeu o cachê da EBC através da agência que cuida de sua carreira, será evidente que o montante registrado no Portal da Transparência para a Mynd8 está equivocado. Além disso, a irmã de Preta Gil não é a única agenciada a trabalhar para o governo. A atriz Luana Xavier, que também faz parte da Mynd, também participou de uma produção da EBC ao lado de Janja. É crucial investigar a relação entre contratos governamentais e uma empresa vinculada ao verdadeiro ‘gabinete do ódio’ do Brasil.”A deputada federal Carla Zambelli encaminhou um ofício à EBC questionando detalhes relativos à produção do programa “Bela Raízes”, apresentado por Bela Gil e veiculado na TV Brasil.

No documento, Zambelli busca esclarecimentos sobre a natureza da contratação de Bela Gil, indagando sobre a forma de pagamento dos honorários, seja como pessoa física, pessoa jurídica ou através da agência que gerencia seus trabalhos. Bela Gil integra o casting da Mynd, agência da qual sua irmã Preta Gil é sócia.

A ação de Zambelli visa assegurar transparência e conformidade nos contratos com a Mynd8, detentora da Banca Digital, grupo que dissemina publicações falsas que resultou no trágico suicídio de Jéssica Vitória Canedo, de 22 anos. As postagens mentirosas dos perfis agenciados pela Mynd foram retirados do ar, fazendo desaparecer até o momento eventuais evidências sobre a dimensão dos ataques à vítima.

Sobre a iniciativa, Carla Zambelli afirma:

“Se Bela Gil não recebeu o cachê da EBC através da agência que cuida de sua carreira, será evidente que o montante registrado no Portal da Transparência para a Mynd8 está equivocado. Além disso, a irmã de Preta Gil não é a única agenciada a trabalhar para o governo. A atriz Luana Xavier, que também faz parte da Mynd, também participou de uma produção da EBC ao lado de Janja. É crucial investigar a relação entre contratos governamentais e uma empresa vinculada ao verdadeiro ‘gabinete do ódio’ do Brasil.”

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

CADASTRE-SE!

ESTAMOS SENDO PERSEGUIDOS

E COM SEU CADASTRO PODEMOS ENTRAR EM CONTATO SE ALGO ACONTECER COM NOSSAS REDES